Deus enviou um anjo para me ajudar resgatar bebê em grave acidente

15/09/2018

Um acidente de trânsito poderia ser apenas mais uma ocorrência na carreira do policial Tyler Beddoes, mas o episódio se transformou em uma experiência sobrenatural que levará consigo para sempre, pois ele crê que Deus enviou um anjo para ajudá-lo.

Beddoes estava em patrulha quando recebeu o chamado para socorrer as vítimas de um acidente em uma área remota de uma rodovia do estado de Utah (EUA), em março de 2015. Ele e outros três colegas de farda chegaram ao local e o carro estava capotado, com parte submersa num rio da cidade de Spanish Fork.

Enquanto desciam à margem do rio, tentando localizar o veículo, ouviram uma voz feminina, marcante: “Todos nós a ouvimos. Uma voz muito calma que dizia: ‘Me ajude, me ajude’. Esta voz nos guiou até o carro e nos deu esperança de que havia sobreviventes”, afirmou em entrevista ao site Faith Wire.

Ao encontrarem o veículo, porém, descobriram que a motorista estava morta já há algumas horas, e próximo a seu corpo havia um bebê de 18 meses que, apesar de inconsciente, estava viva e presa ao assento no banco de trás. Posteriormente, os policiais souberam que o acidente havia acontecido muitas horas antes do resgate, e a morte da mãe da bebê também.

“[A bebê se chamava] Lily e ela tinha ficado de cabeça para baixo, dentro de um carro capotado, em temperaturas muito baixas, durante 14 horas, tendo como única companhia sua mãe morta. Isso realmente mexeu comigo. Eu fiquei muito chocado. Eu pensei em meus filhos pequenos”, contou o policial.

+ Anjo resgata pastor das ferragens momentos antes de explosão destruir seu carro

Pensando apenas na lógica, Beddoes diz não ter encontrado uma explicação para a situação, muito menos para a voz que o guiou: “A única explicação é intervenção divina”, resumiu.

“A mãe de Lily, Jennifer, foi morta no impacto. Lily estava inconsciente, em estado de congelação e não poderia ter falado aquelas palavras. Eu sei que os anjos são mensageiros e protetores. Eu não tenho nenhuma dúvida de que fomos guiados por um anjo, que estava ali para assegurar que Lily ficaria segura até os socorristas chegarem”, comentou.

Pessoalmente, o policial crê que Deus o deu uma prova de que fala a seus servos: “Eu sentia que estava à beira de um penhasco, espiritualmente falando, até acontecer esse incidente. Lily perdeu a mãe, não posso nem imaginar essa dor, mas ter ouvido aquela voz, recebido os direcionamentos e visto a ajuda de Deus, realmente me mudou”.

Para compartilhar esse testemunho Tyler Beddoes publicou o livro A Prova dos Anjos (editado no Brasil pela editora Planeta): “Eu era desconfiado como ninguém até isso acontecer comigo. Se você realmente olhar ao seu redor, irá perceber que os anjos estão perto e ajudam as pessoas com frequência. Sinceramente, eu acredito que Deus envia anjos para nos ajudar em todos os aspectos da vida”, afirmou.

A bebê resgatada com vida não ficou com nenhuma sequela do acidente, e vive com o pai: “Já fazem quase dois anos desde esse dia e Lily não tem efeitos colaterais. Isso é verdadeiramente um milagre. Ela é uma bênção para muitos e sou feliz por conhecê-la”, finalizou.

Defendam o Evangelho a qualquer custo, pediu Billy Graham aos filhos

15/09/2018

O evangelista Billy Graham pediu a seus herdeiros que se dediquem a defender “a qualquer custo” a mensagem do Evangelho, e que parte de seus bens seja doada para a obra de Deus. Os termos de seu testamento foram revelados recentemente.

O conteúdo do testamento do evangelista falecido no dia 21 de fevereiro deste ano, aos 99 anos, foi revelado pela emissora WSOC TV, com revelações sobre o tamanho da admiração que Billy nutria por sua falecida esposa, Ruth Graham, a quem considerava “a maior cristã” que ele havia conhecido.

No trecho destinado à família, Billy Graham pede que os herdeiros se dediquem a fazer o que ele fez ao longo de sua vida: “Peço aos meus filhos e netos que mantenham e defendam, a qualquer custo de sacrifício pessoal, a bendita doutrina da completa Expiação do pecado, através do sangue do Senhor Jesus Cristo uma vez oferecido, e somente através disso. Andar com o Senhor em uma vida de separação do mundo e manter os valores eternos em vista”, diz o evangelista no documento.

Exortando a família a se manter lendo a Bíblia Sagrada “diariamente” e confiar em Jesus Cristo como único meio de Salvação, Billy Graham também pontuou que encontro “alegria e paz” no dia em que, ainda adolescente, entregou sua vida ao Filho de Deus.

Em outro trecho, o experiente líder cristão faz reflexões sobre a “curta” jornada na terra e dirige-se aos filhos relembrando a felicidade vivida ao lado da esposa: “Por causa de Cristo, sua mãe e eu tivemos uma vida maravilhosa, emocionante e feliz”, pontua, acrescentando que, assim como qualquer casal, eles também enfretaram problemas desde dezembro de 1940, quando se conheceram.

“Quero agradecê-la por seus anos de devoção, amor, fidelidade e sacrifício. De todas as pessoas que conheci, ela era a maior cristã”, escreve Billy Graham, sem esconder sua admiração pela esposa.

Sobre o patrimônio material, Graham frisa que 10% de seus bens devem ser destinados “para o trabalho do Senhor”, pois sua esposa e ele concordaram, desde o início do casamento, em serem dizimistas e não se preocuparem “com as coisas materiais”.

“Eu tinha muito pouco em minha vida para chamar de meu – e nos primeiros anos de nosso casamento tínhamos muito pouco para viver. Nunca sonhamos em receber tanto. Tentamos usar nossas bênçãos materiais para a glória de Deus. Nós nunca queríamos que nossas raízes fossem muito profundas neste mundo”, diz ele, segundo informações do portal The Christian Post.

“No entanto, devo confessar que sempre nos deparamos com um certo dilema quanto ao alto padrão de vida a ser mantido como servos do Senhor. Sentimos que mantivemos um equilíbrio adequado ao longo dos anos. Se eu tiver lidado com as coisas corretamente ou não, teremos que aguardar o julgamento no Tribunal de Cristo, quando todas as coisas serão reveladas”, afirma o testamento.

“Fiz o melhor que pude diante do Senhor e tenho confiança em todos vocês para considerar que são apenas cuidadores do que me resta”, diz o último trecho revelado. Ao longo de sua vida, o evangelista ficou conhecido por sempre buscar viver uma vida simples e humilde, mesmo sendo mundialmente famoso e ter vendido milhões de cópias de seus livros.